16/04/2012

Tarte de pêras caramelizadas com Camembert

A pêra não é de facto das minhas frutas preferidas, fica normalmente na fruteira e só quando não há mais nenhuma fruta por onde escolher é que a minha mão se dirige a ela. 
Confesso que esta seria uma daquelas receitas pelas quais passo e viro a página. Mas foi a receita que a Bárbara no blog Arco-íris na cozinha me atribuiu no Desafio "Uma receita para ti" e o resultado foi tão positivo que vamos repetir de certeza. 
Não segui a receita à risca e adicionei o toque da canela e o Camembert. Foi servida ainda morna ao almoço de domingo e aprovadíssima! Obrigada Bárbara, se não fosse o desafio, não teria tido a oportunidade de mudar a minha opinião em relação à dona pêra ☺

Ingredientes:

Recheio:
1 Kg de pêra rocha madura
sumo de 1 limão
70 g de manteiga (usei Vaqueiro p/ bolos) ► pode diminuir-se a quantidade para 50 g
70 g de açúcar em pó
1 c. chá de canela 
5 fatias de Camembert 
1 c. sopa de açúcar demerara

Massa quebrada:
70 ml de água
300 g de farinha T55
1 c. café de sal
1 c. café de açúcar
130 g de manteiga

Prepare a massa misturando muito bem todos os ingredientes. Pode utilizar a Bimby programando 15 seg/ vel. 5. Reserve.
Pré-aqueça o forno a 210ºC.
Descasque as pêras, corte-as aos quartos e regue-as com o sumo de limão.
Coloque a manteiga cortada aos pedacinhos numa forma de tarte anti-aderente ou de silicone (22 cm de diâmetro). Polvilhe a manteiga com o açúcar em pó e a canela.
Disponha o Camembert e as pêras bem encaixadas umas nas outras até forrar todo o fundo da tarteira.
Estenda a massa com a ajuda de um rolo e coloque-a por cima das pêras. Pressione ligeiramente a massa sobre as pêras e pique-a com um garfo para impedir que enfole quando for ao forno.
Leve ao forno durante 30 minutos. 
No final da cozedura, abra ligeiramente a porta do forno e deixe repousar mais 15 minutos.
Retire e vire a tarte para um prato. Polvilhe com o açúcar demerara.




Nota: A quantidade de manteiga a utilizar pode sem dúvida ser diminuída e a farinha para a base pode ser substituída por farinha integral tornando esta sobremesa um doce sem culpas ☺
Se por outro lado for daqueles que nunca sente peso na consciência, junte uma bola de gelado!!
 


14 comentários:

Ginja disse...

Vera,
antes também não era fã de pêra mas tenho mudado a minha opinião. E já fiz uma tatin com pêra que foi adorada.
Linda a tua tarte. Gostei do toque do camembert e da canela. Imagino o aroma :)
Lindas fotos! Beijinho.
(PS: para mim com uma bolinha de gelado!)

SarinhaT - No Conforto da Minha Cozinha disse...

Excelente tarte. Também não vou muito à bola com as pêras mas em doces...ui. Um beijinho

Duxa disse...

Olá Vera, pois eu gosto imenso de peras.
A tua tarte deve ter ficado muito boa, a avaliar pelos
ingredientes...ai esse queijinho aí por cima:)))
Beijinho.

Guloso e Saudável disse...

Olá Vera,
Gosto de peras quando ainda não estão completamente maduras, mas em doces, sucos ou saladas tem um sabor deveras agradável, como nesta tarte pela aparência acredito der deliciosa.
Boa semana, beijo,
Vânia

Mónica Silva disse...

Vera a dona pêra também nao é vista com boa cara cá em casa :) andam na fruteira até que viram batido :) nessa tarte também é capaz de ser boa opção com uma bolo de gelado sff :)

Beijinho

Luisa Alexandra disse...

Uma sugestão bem diferente!
A mistura do doce da tarte com o queijo deve resultar bastante bem.

Ondina Maria disse...

Ainda bem que aceitaste o desafio. Eu gosto de pêras e gostei desta tarte upsidedown. E tenho pêras em casa... tururururururu, os astros alinham-se, turururururururu :p

Maria João Clavel disse...

Amei as fotografias. A tarte está linda, mas confesso que o Camembert está a fazer-me confusão aí. Não consigo imaginar os dois sabores juntos. Gostaste do resultado? É de experimentar?

PS - Onde compraste o porta-bolos? Oh pá é tão lindooooooooo!

Vera Ferraz disse...

Adorei o resulado! Mas usei o Camembert porque adoro uns folhados que às vezes faço de Camembert e doce de maçã e o resultado desta tarte é igualmente delicioso! Mas tens que gostar de sabores agri-doce ;p
P.S. O porta-bolos foi oferecido por uma amiga e comprado em Coimbra.
Bjinhos

saborescomhistoria disse...

E vão duas com uma relação estranha com pêras :) fico sempre de pé atrás. No entanto vejo coisas com óptimo aspecto mas nunca me atrevo a fazer. Nada como um bom desafio para superarmos os nossos receios :)

Mia disse...

Também participei no desafio e adorei. Foi a maneira de fazer bolo de cenoura pela primeira vez :) e já ficou o bolo de cenoura cá da casa.

Alice disse...

Olá Vera:)
Já eu adoro peras, tanto ao natural, como em sobremesas e essa tarte com o queijo camembert acredita que já me deixou a sonhar...! Gostei muito da tua combinação, acho que deve ficar maravilhosa!!!
Ainda bem que te foi parar às mãos a receita:)
Beijinhos!

Rita disse...

Verinha, confesso que também não sou grande fã de pêras. Normalmente ficam a apodrecer na fruteira, por isso é mesmo raro comprar. Mas se dizes que esta tarte é boa, acredito. O aspecto é promissor :) e como gosto de sabores agri-doces, a ideia de juntar o camembert agrada-me muito!
Beijinho

Salsa Verde disse...

Que combinação fabulosa. Deve ser uma maravilha!!
Beijinhos,
Lia.

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU