03/06/2012

Obrigada

Efetivamente muitas vezes temos o tesouro há frente do nariz mas por várias circunstância da vida tornamo-nos incapazes de o ver... O que vale falar da crise se não conseguimos mudar pequenos hábitos no nosso dia a dia? O que interessa a casa do vizinho ser muito maior que a minha quando afinal ele é uma pessoa muito mais triste do que eu? 
Eu agradeço, todos os dias, poder ver o meu filho a dormir serenamente sem nenhum problema de saúde, pois isso sim, é motivo de preocupação. 
Parece-me que estamos em mudança de mentalidade. Felizmente que consigo vê-la em algumas pessoas. Mais o que sou e não o que tenho. Mais amor ao próximo e menos egoísmo. Mais brincadeiras ao ar livre e menos centros comercias. Mais pic-nics e menos "comida de plástico". Mais "faça você mesmo" e menos consumismo. Mais dar e menos receber. Mais obrigada e se faz favor. Mais sorrisos. Mais "Bom dia" com quem nos cruzamos. Mais humanismo. 
E mais e mais obrigada por mais um dia de felicidade!

A Song for a Son - Smashing Pumpkins

6 comentários:

Guloso e Saudável disse...

Bom dia Vera,
Lindo texto, esperemos que essa mudança seja em todo o mundo e que seja constante.
Boa semana, beijo,
Vânia

Kati Monteiro disse...

Oi Vera!
Estamos em sintonia! Estou de acordo com tudo no seu texto, e espero que muitos outros também!
Beijos

Ratatuis disse...

É isso mesmo! Eu também acho que esta crise talvez venha a ter alguma utilidade...Ás vezes é preciso sermos sacudidos para ficarmos mais conscientes daquilo que nos rodeia e despertar para uma nova forma de vida. É como as pessoas que já estiveram quase a ir embora deste mundo; quando ultrapassaram os problemas que as afectavam, foi como se renascessem e olhassem a vida com outros olhos...
Beijinhos dos Ratinhos Cozinheiros

Cristina disse...

Olá Vera, sinto o mesmo... :) Acho que foi ter percebido essa alavanca de mudança que me deu alento, pois no inicio deste ano sentia-me um pouco apoquentada, tal como tantos outros milhares de pessoas, que já nem digo portugueses porque este problema está generalizado. A crise obrigou as pessoas a parar, a pensar e a ganhar mais controlo sobre os seus hábitos de consumo. Até o simples facto de algumas pessoas terem deixado de fumar porque o preço do tabaco estava incomportável, é uma pequena atitude que introduz mudança, para melhor. A partir daí tanto de bom pode acontecer :) Estou esperançada e com fé nessa mudança de mentalidades que também dizes notar!

Mafalda disse...

Olá Vera,
Adorei as suas palavras e faço delas as minhas.... o que é bom ver os filhos com saúde, felizes e apesar de não termos tudo sermos felizes com o que temos...
Um beijinho
Mafalda

Liliana Costa disse...

Totalmente de acordo! Ultimamente tem-me dado para escrever sobre o mesmo, muitas vezes temos grandes sonhos e castelos na area, quando a felicidade vem das pequenas coisas do dia a dia, como um bonito piquenique num dia de sol com a familia, com um passeio pela praia, adormecer com ele ao lado. Se isto nao e felicidade nao sei o que seja :)

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU