14/08/2012

Delícia de Champanhe esquecida

O fim de semana trouxe mais momentos fabulosos. Difíceis de registar com a objetiva mas que me enchem a alma. Cores, cheiros e sons. Cheiro da terra acabada de regar, da erva agora seca que é guardada em monte para as camas dos animais, som dos pássaros ao acordar e da água que cai dos apersores de rega como se fosse uma chuva mansinha. Que calma que ali encontro. Sons que me embalam, relaxam e descontraem. Por estes dias vai ser assim, a correr entre o campo e a cidade. E com um imenso desejo de ter um teletransportador para não perder muito tempo nas viagens feitas apenas com a musica como companhia. Mas vale a pena. Até ao final do mês vou estar mais afastada daqui, trazendo apenas novidades numa corrida. 
E das amoras... nada. Ainda não estão maduras. A vontade vai ficar guardadinha por mais uns dias!
No entanto, com almoços de família, há sempre tempo para fazer um doce. Mas este foi especial. Ficou esquecido no frigorífico. Com muita pena minha, só dei conta do esquecimento quando já não podia voltar atrás. 

Ingredientes:
1 pacote de palitos de champanhe
2 pudins Boca Doce de ananás
1 l de leite + 200 g de açúcar para preparar o pudim
4 rodelas de ananás fresco (pode substituir por ananás de conserva)
1 pacote de natas + 3 c. sopa de acúcar
1 folha de gelatina incolar

Preparação:
Disponha os palitos de champanhe no fundo de um pirex retangular ou quadrado.
Prepare os pudins de acordo com as instruções e deite-os, ainda quentes, por cima dos palitos. Deixe arrefecer. Vire os palitos antes de o pudim estar completamente frio. 
Bata as natas com o açúcar. 
Hidrate a folha de gelatina, escorra bem a água e derreta-a no microondas durante 5 segundos. Junte cuidadosamente às natas. Deite as natas por cima dos pudins e enfeite com o ananás.Leve ao frigorífico. Sirva bem fresco acompanhada com boa disposição e muita alegria!

 



10 comentários:

Papinha Doce disse...

Olá Vera, que rica e deliciosa sobremesa esta que nos apresentas.
Beijinho

Ondina Maria disse...

Oh, olha, no sábado ao fim do dia também tive direito a um céu assim: vinha de Resende para o Porto e, para poupar tempo e porque ia escurecer rápido, vir pela nacional não era opção pois já não iamos ter direito à paisagem deslumbrante e então viemos pela A4, no meio dos montes. E esse céu, esse céu ficou-me gravado na retira, lindo, lindo, como se o inferno tivesse subisso aos céus :)

Olhó Mau Feitio disse...

Deve ser uma delicia :D

Guloso e Saudável disse...

Olá Vera,
Linda foto, lindo céu só discordo da Ondina em referencia ao inferno, numa imagem assim não pode haver inferno, só paz e amor.
Esta sobremesa é certamente refrescante e deliciosa já que é com abacaxi, utilizando o abacaxi in natura, deve ficar humm um sonho.
Beijo,
Vânia

JotaSousa disse...

Eu a procurar nos ingredientes o champanhe, depois percebi que eram os biscoitos :DDD
Deve ser deliciosa, e o aspecto é bastante apelativo, gostei!! :)

Rachel disse...

Uma sobremesa gulosa e fresquinha!

Felismina disse...

Uma delicia!

Bjs.

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Olá Vera, uma óptima sobremesa :) gostei!

beijinhos

Joana disse...

A imagem do céu está magnífica :)
Boca Doce... que saudades!!! Ohhh... Fiquei cheia de vontade de ir comprar! :)
A sobremesa parece uma maravilha, foi pena ter ficado esquecida!!
Um beijinho

Salsa Verde disse...

Que delícia de sobremesa Vera. Quanto às amoras, também eu andei à procura delas este fim de semana, mas nada...
Beijinhos grandes,
Lia.

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU