03/09/2012

Bolo de S. Vicente (Mel e Azeite)


Há dias assim, em que a minha cabeça parece um turbilhão de ideias a atropelar-se umas às outras para ver qual é que seguirá em frente. Geralmente nestes dias, não passam disso mesmo. Ideias. Porque quando penso muito, a imaginação voa e com ela vai o meu sentido lógico e prático. Não consigo parar e decidir o que fazer e por onde seguir. Fico irritada quando o meu pensamento flui à velocidade da luz porque as minhas ações não o conseguem acompanhar. Hoje não foi o caso, acordei, peguei num livrinho pequenino com receitas infalíveis e escolhi um bolo para a ocasião. O cheiro que já se sentia vindo da cozinha da minha mãe consegui passar pelas frinchas das portas e fazer-me cócegas no nariz como que a lembrar-me que era dia de estar com a família toda. A data não era especial mas o cheiro que eu sentia lembrava-me o cheiro de festa, daqueles dias em que o fogão começa a trabalhar quando ainda nem nos sentámos para o pequeno almoço. Comida de conforto, de mãe, com ingredientes biológicos e como só ela sabe fazer. Os truques só os aprendo se me colar a ela e observar tudo sem deixar passar nenhum pormenor porque as receitas ela sabe-as de cor e sem apontamentos.
Para combinar com este ambiente de boas lembranças optei por um bolo com ingredientes simples e puros. Mel e azeite. E fiz assim:

Ingredientes:
(adaptado de Receitas com História de Mª Antónia Santos)

250 g de açúcar amarelo
1/2 chávena de azeite
1/2 chávena de mel
300 g de farinha para bolos
5 ovos
1/2 cálice de Vinho do Porto
1 c. chá bem cheia de fermento
(1 c. café de baunilha e 2 chávenas de frutas secas cristalizadas que não coloquei)

Preparação:
Misture o azeite com o açúcar e bata muito bem. Junte os ovos um a um batendo cerca de 1 minuto entre cada. 
Adicione o mel, o vinho e por fim a farinha com o fermento .
Se optar por colocar as frutas, não se esqueça de as passar por farinha para não irem todas para o fundo.
Deite a massa numa forma com buraco, untada e enfarinhada.
Leve ao forno médio, 180ºC, durante cerca de 1 hora.
Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.

O sabor do azeite e do mel conferem um paladar que me fez lembrar os bolos que a minha avó fazia! Mas confesso que não será um bolo para agradar a todos, pelo seu sabor forte mas muito especial.


11 comentários:

JotaSousa disse...

Hmmmmmmm que aspecto delicioso!
Não sei porquê, mas acho que iria adorar a combinação destes dois ingredientes o.O tenho que experimentar.
Tens que começar a apontar as ideias para elas não "voarem". :D
Beijijnhoos

Luisa Alexandra disse...

Que lindo está o teu bolo, o interior ficou fantástico!

Cidália disse...

Esse bolo ficou fantástico.
Beijinhos

Su disse...

Identifico-me com a história das 1001 ideias que depois não se concretizam.
E que inveja de todo o cenário que descreves :) Adoro o aspeto desse belíssimo bolo :)

Viajar, Comer & Divertir-se disse...

O bolo está com um aspeto fabuloso!
Deve ser mesmo uma delícia.
Beijinhos

Salsa Verde disse...

Uma combinação perfeita, tanto as recordações, como o bolo, combinam em perfeita harmonia e ambos soam deliciosamente bem!
Beijinhos grandes e boa semana,
Lia.

são33 disse...

FICOU FANTÁSTICO, APETECE ``ROUBAR``UMA FATIA PARA O MEU LANCHE.
COM UM CAFÉ FICA PERFEITO.
BOA SEMANA
BJS

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

A mim agrada-me este bolo e muito, pois sou fã de bolos. biscoitos e bolachas com azeite :) a costela transmontana nota-se assim!

beijinhos e boa semana

Fer Guimaraes Rosa disse...

que bolo lindo Vera! e adorei conhecer seu blog, que ja subscrevi no meu reader. beijo! :-*

María disse...

Un fantastico bizcocho con un bonito color, me ha encantado. Besicos

A Delicodoce disse...

Olá,
Adoro este tipo de bolo. A minha Avó dizia que eram bolos com a sabor a velha :)
De inverno e não só adoro fazer bolos que levem azeite. Este vou já levar.
Boa semana e beijinho

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU