14/10/2012

Raisin swirl bread - Dorie às Sextas

Mais uma receita do fantástico grupo "Dorie à Sexta"!
Assim que vi a receita e o fabuloso pão da Susana, pensei: " O universo está em sintonia e é hoje que sai um pão com swirl!" Andava há imenso tempo para fazer mas por um motivo ou por outro o plano acabava adiado por mais uns dias. Ontem, sábado com tempo, em casa, cuja principal tarefa era arrumações e limpezas, obviamente que me ia apetecer ir para a cozinha fazer pão ou bolo ou outra coisa qualquer que não fosse tarefa de Gata Borralheira.
Assim, fui buscar a máquina de fazer pão, arrumada durante todo o Verão, arranjei-lhe um espacinho e mãos à obra. Não segui à risca a receita, mas também não é isso que se pede neste projeto, e não sei porquê, a minha massa não ficou mole como a da Susana e como descrevem na receita. Tenho a certeza que me enganei na medida do leite ou da farinha... Assim, saltei alguns passos. Numa próxima faço tudo como manda a receita e com a balança em ordem!
A receita da Dorie, traduzida pela querida Mariana Fidalgo e ligeiramente adaptada por mim é esta:

Ingredientes:
Pão:
2 c. chá de fermento biológico activo ou 30 g de fermento de padeiro
50 g açúcar branco + 1 pitada
300 ml leite gordo, morno (à temperatura do corpo)
58 g manteiga sem sal, à temperatura ambiente
3/4 c. chá de sal refinado
1 ovo grande
1/4 c. chá de extracto de baunilha ou raspa de 1/2 laranja ou 1 pitada de noz moscada
470 g farinha de trigo 

Swirl:
1 c. sopa de açúcar
2 c. chá de canela
2 c. chá de cacau (que eu não tinha e usei chocolate...)
1 medida de passas
50 g manteiga sem sal, amolecida para ser possível barrar

Nota: todo o processo referido abaixo para a batedeira pode ser realizado à mão.



Preparação:
Pão:
Coloque o fermento numa tigela pequena, acrescente uma pitada de açúcar e misture 60 ml do leite morno. Deixe repousar 3 minutos e mexa - o fermento pode não ter dissolvido completamente e pode não ter começado a borbulhar, mas já deverá estar mole.
Com uma batedeira, de preferência equipada com pá, misture o restante leite, a manteiga e o restante açúcar, batendo em velocidade baixa por 1-2 minutos. Adicione o sal, ovo e baunilha ou raspa de laranja ou noz moscada, se usar, e misture por 1 minuto. A mistura poderá ter agora um aspecto encaroçado e desagradável (e ainda vai piorar quando acrescentar o fermento). Acrescente a mistura de fermento e bata em velocidade média-baixa durante mais 1 minuto.
Coloque na cuba na máquina de fazer pão.
Selecione o programa massas levedas e adicione metade da farinha.
Vá acrescentando mais farinha, 1 colher de sopa de cada vez até terminar. 
Supostamente, a massa ficaria mole e seria necessário envolvê-la bem com película aderente e levar ao congelador por 30 minutos ou até que estar suficientemente firme para ser estendida.

Swirl e montagem:
Misture o açúcar, canela e cacau. Veja se as passas estão húmidas e se não estiverem, ferva-as por um minuto e depois seque-as bem.
Ponha a massa numa superfície grande, levemente polvilhada de farinha. Enfarinhe o topo da massa e estenda-a num rectângulo até que a massa fique com 5 mm de espessura.
Gentilmente, pincele a massa com 2/3 da manteiga amolecida. Polvilhe com a mistura de açúcar e espalhe as passas por cima. Começando por um dos lados mais comprido, enrole a massa, garantindo que fica apertadinho. 
Com uma faca afiada, dê um golpe longitudinalmente neste rolo e enrole a massa em caracol.
Cubra uma forma redonda com papel vegetal untado com manteiga, transfira cuidadosamente a massa e coloque  num local morno, até que cresça ligeiramente acima do limite da forma, aprox. 45 min.

Quando a massa estiver quase pronta, pré-aqueça o forno a 190ºC e coloque um tabuleiro ou grade a meio.
Derreta o restante 1/3 de manteiga (aprox. 15-20g) e pincele o topo do caracol. Ponha a forma sobre o tabuleiro e asse durante 20 minutos. Cubra com papel de alumínio e asse por mais 25 minutos, até que o pão esteja dourado e o fundo soe oco. Transfira a forma para uma grade e deixe arrefecer 5 minutos. Desenforme e deixe arrefecer totalmente antes de servir.
 
Há medida que recheava a massa, com a deliciosa mistura de aromas, eu e o senhor cá de casa pensámos na mesma coisa, na "Tripa de Chocolate" de Aveiro. Se não conhecem, aconselho-vos a experimentar assim que tiverem oportunidade!
O cheirinho maravilhoso da canela e do chocolate perfumou a casa e aqueceu os nossos corações com lembranças de momentos bons!

19 comentários:

Luisa Alexandra disse...

Ficou lindo!

Susana Figueiredo disse...

Fabuloso! Parabéns!

Addicted disse...

Está com um aspecto maravilhoso!
beijinho e bom domingo
Addicted
http://cookaddiction.blogspot.pt/

ana george disse...

Adoro o prato, além do bom aspecto do bread!

Xana disse...

O aspecto é fabuloso!!!...

Uma boa parte de mim disse...

Excelente aspeto em todos os sentidos! :)

JotaSousa disse...

Mas que obra de arte!!
Ficou perfeito, já imagino o cheirinho na cozinha. ;)
Beijinhos

são33 disse...

Ficou lindo , já fiz um parecido era uma delicia.
Esse era perfeito para o lanche...
Bom domingo
bjs

Ricardo Tiago disse...

~que belo aspeto.
Beijinhos e bom domingo.

maria madeira | antónio rodrigues disse...

Hei-de fazer este bolo, é daqueles com massa fermentada que ficam uma delícia :)*

Papoila disse...

Adorei a receita. O pão fica lindo. Bjs

María disse...

Vera, guapa, te ha quedado muy bonito y seguro que estaba riquisimo. Me encanta la canela y por lo que leo es uno de los ingredientes de este pan. Besicos.

Blog do Chocolate disse...

Vera,

Mesmo que te tenhas enganado, a verdade é que ficou lindíssimo... uma maravilha de pão !
Excelente participação a tua no "Dories" !

Beijinhos

Josy disse...

Se voce se enganou na receita o resultado ficou excelente de qualquer jeito, ficou lindissimo esse pão, imagin o aroma que ficou em sau cozinha, Bela participação. Beijinhos

Ondina Maria disse...

Ficou lindo Vera. Sim, realmente o sábado é do dia da Gata Borralheira, e o meu ficou-se mesmo por isso. Salvou-me o jantar que, apesar de simples, ficou absolutamente maravilhoso (e que ainda vou partilhar). Ontem foi o baking day e aí sim, fiz tudo aquilo que me apeteceu... mais ou menos!!!

CV Love disse...

Que lindo! =D

Ginja disse...

Adorei o visual do teu bolinho Vera :)
Dá mesmo vontade de meter a mão pelo ecrã dentro e arrancar um pedacinho.
Este pão deve ser delicioso, super perfumado ao sair do forno...
por isso desaparece bem rápido! :)
Um beijinho.

S* disse...

Babo-me com as tuas receitas.

O Coração da Casa disse...

Pode não ter ficado tão mole como os outros, mas muito ou mais bonito ficou de certeza. Esta fantastico!!! Como é possivel vir aqui e não nos lambusar-mos?
Beijinho.

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU