04/03/2013

Dourada ao limão com batata recheada com cebola caramelizada

O meu dia de descanso é definitivamente o Sábado. É o dia em que desligo da corrente, em que consigo relaxar e deixar para amanhã o que posso fazer hoje sem qualquer peso na consciência. Ao contrário do que fazia em criança, em que o Domingo era passado com roupa escolhida para a ocasião,  ir à missa e a  seguir os almoços demorados, cuidadosamente preparados pela Mãe, as visitas da ou à família e sessões intermináveis de cinema, dou por mim agora a fazer tudo menos isso. Domingos passados de pantufas e fato de treino quando não é de pijama, tarefas que ficaram por fazer no dia anterior (porque não estava para isso!), ementas para preparar, listas de coisas para não deixar metade por fazer e organizar a semana que começa. Confesso que às vezes tenho saudades daqueles tempos!
Ao sábado, a paciência redobra e a inspiração aumenta. Saem normalmente receitas e pratos que noutro dia não seriam possíveis. Foi o caso desta dourada, que literalmente me veio ter à cozinha. Benditos sejam os peixeiros que ainda vêm de povoação em povoação! Neste jantar, a surpresa veio das batatas, com um toque absolutamente especial, deixando o palato baralhado e curioso!

Ingredientes para 2:
1 dourada média
8 batatas novas
1 colher de café de endro
1 limão (sumo e casca)
50 ml de azeite
sal, pimenta q.b.

Preparação:
Ligue o forno a 180ºC.
Lave, escame a amanhe a dourada. Faça uns golpes na sua pele e coloque-a num recipiente refratário.
Retire a casca do limão e corte-a em juliana. Eu uso um acessório chamado zester que retira apenas a parte amarela, já cortada em juliana. 
Tempere a dourada com sal, pimenta, o endro, a pimenta e o sumo do limão. Deite o azeite por cima. 
Leve ao forno por 20 minutos.

Lave bem as batatas, coloque-as num pirex de ir ao microondas e polvilhe-as com bastante sal. Tape o recipiente e leve ao forno por 20 minutos na potência máxima.

Quando terminar o tempo, retire as batatas, sacuda o sal e faça-lhes 2 golpes em cruz. Aperte-as ligeiramente para que abram e recheie-as com a cebola caramelizada.Coloque-as no tabuleiro, ao lado da dourada. Por cima da dourada, espalhe a casca do limão previamente cortada em juliana.
Leve ao forno por mais cinco minutos.
Eu também coloquei um tomate, ao qual cortei uma tampa e retirei metade da polpa. Levei ao forno com a dourada e a meio, juntei-lhe também uma colher de cebola caramelizada. 
Retire e sirva de imediato, enfeitado com rodelas de limão.


8 comentários:

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Para mim o dia de descanso também é Sábado :) Essa dourada parece deliciosa :)

Beijinhos e tem uma óptima semana! :)

Addicted disse...

Que maravilha! Adorei a tua ideia :)
beijinhos

Doces em Casa disse...

Quero esse robalo para o meu almoço de hoje!!!

Beijinhos e boa semana de trabalho

Su M disse...

Sabes que eu sou doida por cebola caramelizada... já estou inclusive aqui a babar :D
Adorei esta conjugação tão original!

Marmita disse...

Sabes que enjoei dourada.. é mesmo mau acredita! Eu adorava mas um dia fui jantar a um restaurante, pedi uma dourada e não sei se não estaria pouco fresca ou mal grelhada fiquei muito mal disposta.. como tal agora nem cheirar consigo! Pode ser que passe.. a tua tem um aspecto fantástico adorei beijos

Josy disse...

Adoro dourada é um peixe que gostamos muito em casa, essas batatas estão magnificas, cebolas caramelizadas dão um sabor especial aos pratos. Ficou mesmo um lindo e delicioso prato. Adorei, Beijinhos, ótima semana

Ondina Maria disse...

é o que eu digo, tenho que ir viver para a tua beira. Olha que aqui não há peixeiros de povoação em povoação... Se quiser vou ao mercado ou à lota!

MRNT disse...

Gosto de dourada! Esta receita parece-me boa e fácil de fazer... Fiquei sem saber como carameliza a cebola...

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU