23/04/2013

Sopa de agriões {da minha Terra}

A minha Mãe sempre me disse que com a idade, a visão e perceção das coisas mudava. Como tudo o que as Mães dizem, é verdade. Com o tempo, tenho aprendido a dar valor ao que me passava despercebido, como por exemplo, este molho de agriões. Ou é do tempo, ou é da saudade, de ambas. Esta sopa cheira e sabe a campo, a calma, a sabores puros e fiéis. Cada vez mais me custa comprar o que não é biológico e há coisas que aos poucos vão mesmo deixando de entrar na minha cozinha. Demoro uma eternidade a escolher a fruta, e sempre que vou ao mercado, vou direita às velhinhas que têm sempre as maçãs mais pequenas e menos brilhantes mas substâncialmente mais saborosas. Dá-me gosto comprar-lhes porque além de saber que as estou a ajudar, sei que não têm químicos. E ainda consigo a proeza de comprar-lhes um ramo de flores por 1€! E que gosto me dá sair com as flores no braço, e o troley cheio de produtos saborosos.
A receita básica de sopa é sempre igual mas o que pode parecer muito fácil, para quem não está habituado ou não gosta de cozinhar, não é bem assim. O truque para não ficar com um puré demasiado aguado, é não cozer os legumes com demasiada água. Basta seguir a regra de tapar apenas os legumes pois se colocar água em excesso logo aqui, será mais difícil corrigir. Há legumes que ainda libertam mais água a cozer e podem deixar a sopa ainda mais líquida. Depois de triturada, aí sim, se estiver demasiado espessa, acrescente a quantidade de água até obter a consistência desejada.

Ingredientes:
1 cebola 
1 alho francês
1 dente de alho
1 curgete
2 batatas
1 molho de agriões
água q.b.
1 fio de azeite
1 pitada de sal

Preparação:
Lave, descasque e corte os legumes exceto os agriões.
Coloque-os numa panela, cubra-os com água e leve a cozer durante 25 minutos.
Lave muito bem os agriões e retire-lhe as folhas.
Triture o puré da sopa, tempere com uma pitada de sal. Se o puré estiver demasiado espesso, acrescente um pouco de água.
Deixe o puré levantar fervura, junte os agriões e desligue a panela. Pessoalmente, gosto de sentir os agriões mais durinhos e ao desligar logo a panela, o calor do puré acaba por cozer o suficiente.
Sirva a sopa com um fio de azeite por cima.

9 comentários:

Iza disse...

Gosto imenso de sopa, para além de prática é muito saudável. A de agriões é uma das minhas favoritas :)
Beijinho

São Ribeiro disse...

Muito raramente como sopa mas essa é das minhas preferidas.
bjs

Addicted disse...

Cá por casa há sempre sopa, e sempre com uma base como a tua...bem simples. Depois lá vou acrescentando uma ou outra coisa para variar.
Nunca experimentei a de agriões e fiquei curiosa :)
Beijinhos e um bom dia

Ana Rita disse...

A base da minha sopa também é sempre a mesma e também me ensinaram apenas a cobrir os legumes. Tenho a sorte de ter um mercado bem recheado e sempre que lá entro apetece me trazer um pouquinho de tudo. Os ovinhos e os queijinhos caseiros são outra coisa que prezo muito ter em casa e que compro quase sempre no mercado. Agora dou apreço a essas coisas e tal como tu acho que a idade nos ensina muito!
Bjoka
Rita

Rainbow disse...

Olá, também me sinto uma sortuda por ter acesso a legumes e fruta biológicos e, cada vez mais, pois é a que tem mais sabor. Reconheço e valorizo, cada vez mais, o que os meus pais me vêm dizendo há anos sobre ter o nosso cantinho com uns "miminhos" (como lhe chamam) porque de fato é um privilégio ir ao quintal e colher os legumes e a fruta.
Obrigada pela dica para a sopa não ficar tão líquida. O que acontece a quem não utiliza batata/muita batata.
Um bom dia :)

Ondina Maria disse...

As mães têm sempre razão, e um dia o principezinho também vai perceber isso. E damos por nós a apreciar aquilo que sempre ignoramos, só porque estava à mão de semear. Quanto à alimentação, temos a necessidade constante de procurar o que tem sabor verdadeiro. Daí que o mercado seja o local preferido para as compras, mercado esse onde ia pela mão da minha avó e que hoje continuo a calcorrear, reconhecendo muitos dos rostos enrugados que me vendem os víveres "dos nossos". Do nossos. Sim, da nossa terra, da nossa gente, sem químicos. Apenas com o sabor do nosso trabalho e da benção da terra que tudo dá :)

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Gosto imenso de sopa de agriões, mas confesso que o gosto pela sopa foi algo que só aconteceu recentemente ;)

Beijinhos e tem um bom resto de dia :D

Comida de conforto disse...

Olá Vera, que sopa deliciosa. Eu adoraria comer sopa todos os dias, mas confesso que às vezes passo uns dias sem tempo para a fazer. Mas esta de agrião, nem dá muito trabalho e, pelo aspecto, até aquece a alma :)
Beijinhos

Josy disse...

Bela sopa, reconfortante e com sabor de aconchego, ficou bem apetitosa, gosto muito de agrião, ficou linda. Beijinhos

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU