25/08/2013

Alimentação em idade escolar {5-6 anos}

 Agosto está quase no fim e o próximo mês promete ser de grande agitação. O início de uma nova fase, com tantas mudanças que me assustam mais a mim que ao principezinho. É mais uma das coisas boas das crianças, não sofrem por antecipação como nós os crescidos.
Com tantas coisas para pôr em ordem, livros, material, mochilas, lancheiras, etc, já comecei a pensar numa coisa que para mim é novidade. Os lanches. O pequeno-almoço também terá que ser um pouco diferente pois a partir do momento em que a escola começa, começam também uma série de atividades que exigem naturalmente, um maior gasto de energia. Uma alimentação variada é fundamental para o crescimento e desenvolvimento normais nestas idades. 
É importante incentivar os mais pequenos a fazer três refeições principais e duas mais ligeiras durante o dia, baseando a escolha dos alimentos na Roda dos Alimentos, universalmente reconhecida e aceite, assim como nas orientações apresentadas pela Direção Geral de Saúde.
Aqui fica uma ideia da quantidade dos vários grupos alimentares que os nossos pequenitos devem ingerir:
  • Hidratos de Carbono com amido (pão, batatas, arroz, massa, flocos de cereais): 6 porções/ dia. Uma  porção corresponde a: 1/2 fatia de pão, 1/2 chávena de arroz ou massa cozinhados, 1/2 chávena de flocos de cereais, duas batatas pequenas cozidas.
  • Fruta: 2 porções/dia. Uma porção corresponde a: 1/2 pêra, maçã ou laranja ou 1/2 copo de sumo 100% natural.
  • Vegetais: 3 porções/ dia. Uma porção corresponde a: 1/2 chávena de legumes cozinhados ou 1/2 chávena de salada.
  • Laticínios (leite, queijo, iogurtes, queijo fresco, etc.): 2 porções/ dia. Uma porção corresponde a: 1/2 chávena de leite, 1 iogurte, um triângulo de queijo.
  • Carne, peixe, ovos, leguminosas, nozes, grão: 2 porções/ dia. Uma porção corresponde a: 30 g de carne ou peixe, 1 ovo, 1/2 chávena de leguminosas cozidas, 20 g de nozes.
  • Gorduras e doces: reduzidos ao máximo.
 Tão importante como ter uma boa alimentação é praticar exercício físico regularmente. Para crianças e jovens, recomenda-se que pratiquem exercício 60 minutos por dia. Exercícios como natação, ciclismo, dança ou ginástica aumentam a força muscular, a flexibilidade e fortalecem os ossos. Estes devem ser praticados duas vezes por semana. 

Fontes: 
*www.dgs.pt
*Alimentação saudável para crianças de Mandy Francis, Porto Editora.

Este é um post Limetree.

6 comentários:

Ondina Maria disse...

No o meu tempo não havia nada disso!!!! :p

Sophia, Mary and Mom ™ disse...

Muito bem Vera.
Rico post.

Nota: Nada de stresses mãe!

Beijinhos
Mom

Sophia, Mary and Mom ™ disse...

Muito bem Vera.
Rico post.

Nota: Nada de stresses mãe!

Beijinhos
Mom

Azeitona disse...

Olá Vera
É realmente uma fase assustadora, quer para as crianças (algumas), quer para os pais, que ficam mais ansiosas que os filhos. Mas com o decorrer do ano a organização vai-se encaixando e lá pelo Natal já tudo estará mais fácil.
Boa sorte para a aprendizagem que aí vem e beijinhos
Cláudia

Alcina disse...

Boas dicas, ás vezes é dificil é fazer as crianças aderirem :-) não é o caso do meu que por acaso come muito bem de tudo, ainda que agora começa a abusar dos doces, mas já é mais velhito :-)

alice disse...

estou com o mesmo dilema...
obrigada pelas dicas!

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU