03/02/2014

Arroz de pato-pito {Aproveitamentos}


A receita de arroz de pato era uma das receitas de eleição que a minha mãe fazia quando tinhamos convidados. Era um arroz que fazia sucesso porque os patos eram caseiros, criados na quinta, onde podiam passear ao ar livre e onde, inevitavelmente, ganhavam um sabor especial! Tenho a certeza que era este o maior segredo do arroz dela. E era tão conhecido que quando eu dizia o que era o almoço, a resposta era sempre -"Ah, o arroz de pato!". Mas nem sempre há pato e um dia, em vez de pato, ela usou frango, também ele caseiro. Os convidados comeram, repetiram e o comentário foi o de sempre, -"Que bom que está este arroz de pato!". Ao que a minha mãe responde, -"Nao é arroz de pato, é arroz de pato-pito!". Ficou batizado assim porque os convidados ficaram na mesma, sem perceber que não era pato mas sim frango.
A minha versão de arroz de pato-pito é feito cá em casa sempre que há sobras de frango. Muito fácil, rápido e fica delicioso!!
Ingredientes:
sobras de frango (de preferência peito)
1 chouriça corrente
1 cebola
2 dente de alho
1/2 lata de tomate aos cubos
1 cenoura
azeite
3,5 chávenas* de caldo de galinha (caseiro de preferência)
1/2 copo de vinho branco
1,5 chávenas* de arroz agulha
1 folha de louro
sal e pimenta

* uso uma chávena de chá de aproximadamente 225 ml de capacidade.

Pique a cebola e leve ao lume, num tacho, juntamente com um fio de azeite. Junte um dente de alho picado e a folha de louro. Deixe a cebola caramelizar durante 1-2 minutos e acrescente o tomate.
Corte a cenoura e metade da chouriça aos cubinhos e junte ao refogado. Deixe cozinhar durante 10 minutos, até a cebola estar macia e o tomate desfeito. Refresque com o vinho.
Desfie o frango e acrescente ao refogado, mexendo bem para envolver no molho do refogado. Acrescente meia chávena de caldo de galinha e tempere com sal e pimenta. Deixe apurar até ficar com pouco molho.

Entretanto, leve outro tacho ao lume com um fio de azeite e um dente de alho. Deixe o alho fritar até libertar algum aroma. Junte o arroz e deixe fritar durante 2 minutos, mexendo de vez em quando para não queimar.
Deite 3 chávenas de caldo de galinha quente e mexa. Tempere com sal e deixe o arroz cozer.

Junte o arroz cozido ao frango, envolva cuidadosamente e deite num tabuleiro de ir ao forno.
Enfeite com rodelas de chouriça e leve ao forno até dourar por cima.

7 comentários:

Ondina Maria disse...

LOL, adorei o termo pato-pito! Tenho que conhecer a tua mãe, acho que iamos ser best-friends :)

Susana Machado disse...

Que belo arroz... seja do que for! hehehe
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

MissLilly disse...

como reconheco o cenario!!! acho q a maior parte das vezes temos feito arroz de pato-camuflado, sempre q nao temos pato caseiro. seja como for e sempre bom. tenho de experimentar a tua receita

Rosa Baloon disse...

Adoro o seu blog.Estava a pensar colocar um post sobre ele no meu. Espero que não se importe!

thecotton-sky.blogspot.pt

pimentinha disse...

Pato-pito... adorei!

lili disse...

Talvez por ser brasileira, não compreendi, mas fiquei curiosa. O que é pato pito?

Luisa Alexandra disse...

Um aproveitamento do melhor, maravilha!

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU