11/02/2014

Pão de Soda. Uma insónia. Um post.

Uma das minhas resoluções mais recentes é transformar todas as coisas menos boas em algo positivo. Este ano dei por mim a valorizar demasiado as coisas más que me acontecem e isso é algo que eu não quero. Não sou uma pessoa pessimista e não sou de remoer no que não consigo alcançar. O que lá vai, lá vai! Mas não sei porquê, tenho andado assim. E não pode ser... Então, criei o Frasco dos Achados para que, em dias assim, possa escrever num papel as coisas boas que aconteceram e não me esqueça que é para isso que eu tenho que olhar. Vou guardar os pedacinhos de papel nesse frasco que servirá de alento a dias mais cinzentos. 
Hoje por exemplo, depois de dois ou três saltos da cama por causa do miúdo, com os olhos inchados de sono e o coração de mãe inquieto, depois de dar voltas e voltas para tentar adormecer novamente, vai de ligar o computador porque de nada adianta estar deitada se a cabeça não pára. Estes dias frios têm sido terríveis e ele anda com tosse e constipado há imenso tempo. Já não me lembro de dormir uma noite completa, sem me levantar para ver se ele está bem. 
Assim e por causa da insónia, hoje há pãozinho para todos!
Esta é mais uma receita do meu "padeiro" favorito, Paul Hollywood, da qual fiquei absolutamente fã. Ao contrário do Pão Branco, este faz-se num instante. Perfeito para fazer quando não há pão porque demora pouco mais de meia hora.
Ingredientes:
250 g de farinha T65 sem fermento
250 g de farinha de trigo integral
1 c. chá de sal
1 c.chá de bicarbonato de soda
420 ml de leitelho *

* leitelho: deite o leite numa taça e junte sumo de meio limão. Deixe descansar durante 10 minutos até este começar a coalhar. 

Preparação:
Numa taça, deite a farinha, o sal e o bicarbonato de soda. Mexa com as mãos para envolver. 
Junte o leitelho e misture com a colher, em movimentos circulares, apenas até ter todos os ingredientes misturados, sem mexer em demasia.

Ligue o forno a 200ºC.
Enfarinhe a superfície de trabalho e deite a massa [que fica mole e peganhenta]. Com as mãos enfarinhadas, forme uma bola. 
Coloque a bola num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha.
Polvilhe também o pão com farinha [integral para ficar mais dourado] e com a ajuda de uma faca grande, faça dois cortes em cruz até ao fundo. 
Leve ao forno durante 20 minutos  [sem abrir a porta!!].
Retire e verifique se ao dar uma pancadinha, soa a oco e a crosta já está estaladiça. Se fôr necessário, leve mais uns minutos ao forno.
Sirva com requintes de malvadez, ainda quente com manteiga de boa qualidade!

17 comentários:

Sol de Dezembro disse...

Já eu sinto que preciso de uma cura de sono. Se me enfiasse na cama durante 3 dias sem ter de sair, acho que dormia sem intervalos :)
Esse pão tem um aspecto fabuloso e o facto de se fazer tão rapidamente agrada-me muito.
Obrigada pela receita.

Lena S disse...

Olá,
desde que descobri o seu blog fiquei apaixonada e tornei-me uma completa aficionada. Tenho andado doida a experimentar de tudo um pouco... Ela é frango no wok, brownies (que horror!! devorei-os praticamente sozinha!!), pão, etc, etc. Hoje acho que vou experimentar este pão ou o caril de peru.
Acho que os 5kg que perdi há 4 meses depois do parto vão voltar "por culpa" do seu blog! :)
Se não se importar deixo-lhe uma sugestão, que se calhar até conhece, relacionada com as noites mal dormidas e a tosse do seu filho. Tenho 2 filhos, o mais velho de 4, e quando comecei a lidar com estas maleitas de inverno todas as minhas colegas davam-me dicas (mesinhas) para acabar com a tosse.
Não tenho nada contra mesinhas, mas têm que me explicar por A+B o porquê lógico de funcionarem. E uma que tem funcionado comigo e à qual recorro sempre que o rapaz tem tosse ou está muito congestionado é a cebola cortada à cabeceira da cama. E o porquê é simples: a cebola tem propriedades broncodilatadoras e descongestionantes. Em 15, 20min acaba-se a tosse e venha de lá a noite bem dormida. É claro que no dia seguinte se tem que arejar o quarto porque o cheiro não se aguenta, mas entre arejar o quarto ou vê-lo dormir tranquilo, a escolha é óbvia. Demorei até me render a esta mesinhas mas a verdade é que até ele já me pergunta se pode "dormir com a cebola" quando se sente muito aflito. :)
E não me alongo mais porque acho que já estou a abusar do tempo de antena e nem sequer é meu hábito comentar em blogs. Mas desta vez não resisti.
Obrigada por ter um blog tão bom!
keep up the good work! :)

Mª João - Ponto de Rebuçado Receitas disse...

Pois é Vera, esta "mania" das mães ficarem em estado de alerta quando as crias estão mal, dá nisso, mesmo! Bom, pelo menos conseguiste encontrar o lado positivo da insónia, adorei o pão e o post!
Beijinhos e as melhoras dos pequenos!

Tertúlia da Susy disse...

Que pão fantástico.
Bjs, Susana
http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

Os Babinhos disse...

Olá

Este pão ja esta guardado pra fazer. Marchava agora com manteiga e ja estava jantada ;)

Bjs,

Susana
As Papinhas dos Babinhos

Ondina Maria disse...

Eu tb não me lembro de dormir uma noite seguida, e não tenho filhos constipados :p

O meu padeiro favorito é o Hadjiandreou e também tem uma receita de soda bread que já experimentei. Ainda assim evito usar o bicarbonato pois não sou muito fã do sabor...

Delicias e Tal (Teresa Henriques) disse...

Agrada-me este pãozinho, tão rápido de fazer. Só tenho uma duvida: Que quantidade e tipo de fermento leva? Na Preparação refere a farinha, o sal, o fermento... mas não lista de ingredientes não refere. Obrigada e parabéns pelo blog, é fantástico :)

mycozy happyhome disse...

Acho fantástica a ideia do frasco dos achados! Nem sempre é fácil manter a atitude positiva e todas as estratégias são válidas!
Hei-de experimentar fazer este pão, adoro pão de mistura e demorando apenas meia hora é perfeito!

Nita disse...

Frasco dos achados !adorei a ideia...sim pq são muitas as vezes que precisamos desses lembretes :).

Milly S. disse...

Que ótimo aspeto.Adorei as fotos.
Bjs,

Gea disse...

Obrigada pelo post: há imenso tempo que andava a tentar descobrir o que é o leitelho sem sucesso, porque gosto de usar bicarbonato nas minhas receitas e sabia que desta forma resultaria muito mais ;)

Gea disse...

Obrigada pelo post: há imenso tempo que andava a tentar descobrir o que é o leitelho sem sucesso, porque gosto de usar bicarbonato nas minhas receitas e sabia que desta forma resultaria muito mais ;)

Manuela Teixeira disse...

Excelente ideia Vera. Acho que vou "roubar" o teu frasco e enche-lo um destes dias pois o meu estado de espirito também está um pouco em baixo. Adorei o pão.
As melhoras para o pequeno.

Bjnhos e um fim de semana fabuloso e mais descansado.
http://saborescomtempo.blogspot.pt/

Inês Ginja disse...

Um pão assim dá gosto fazer, ver e comer :)
Adoro soda bread e adoro o senhor Hollywood!
Um beijinho.

Lume Brando disse...

Ando encantada com os teus pães, Verinha!
Confesso que já experimentei uma vez uma receita de soda bread, da Inna Garten, e não correu muito bem. Mas este teu está um mimo :)
Beijinho
Teresa

Ana Teles | Telita disse...

Adoro as receitas de pão do Paul Hollywood. Costumava apanhar o programa dele no 24 Kitchen mas agora não o tenho visto.

Este pão está com um ar maravilhoso.

Elsa Mendes disse...

Hoje pensei em fazer um pão rápido, pois tinha o forno quente e este Outono ainda não tinha feito pão, mas não dava para esperar ele levedar e fiz esta receita.
Fiquei completamente fã.
Agora já tenho opção para quando não há tempo de levedar.
Ficou com uma crosta crocante e fofinho por dentro.
Encontrei o seu blogue há poucos dias e adorei tudo, principalmente os pães, que gosto de variar e não repetir receitas.
Hoje fiz esta, nas próximas vou fazer outras.
Beijinhos.

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU