21/08/2014

Salada Russa {Low Carb}

Tenho andado muito descontraída numa espécie de hipnose desde que vim de férias. Talvez por pensar que mesmo antes do final do mês, vamos ter mais uns dias para mudar de ares e ir até outras paragens. Depois conto-vos tudo. Enquanto isto, as refeições têm sido tão simples que não chegam para partilhar convosco. Do mais básico que há até porque sempre que posso fujo até à aldeia para matar saudades do meu príncipe. E tenho a certeza que isto também contribui para este meu estado de espírito.




Ontem mesmo, num passeio descontraído pelas ruas da aldeia, que me lembram sempre coisas boas, tive a sensação de estar a entrar numa outra dimensão onde o tempo passa a uma velocidade diferente. Respira-se paz, calma e descontração. Tudo o que precisamos para manter a saúde mental. E ontem foi um dia cheio de encontros e re-encontros. Amigos, conhecidos, pessoas que me viram crescer e que já não via há imenso tempo. E a tal dimensão paralela que eu falo e que me faz pensar que ali o tempo passa mais lentamente "fez com que" tivesse conseguido falar com todos, sem pressa. Sabe tão bem! Por isso a minha sugestão de hoje é assim, tão descontraída e sem grandes regras. Uma salada perfeita para levar para a praia, para um piquenique no campo ou para o trabalho. Cheia de sabor e nutrientes. Sem batata nem maionese, como a tradicional. A base da salada, em alternativa à batata, é a couve e fica perfeita. Vale a pena experimentar!
Ingredientes:
1/2 couve coração de boi
2 tomates chucha maduros (são mais duros e não se desfazem neste tipo de salada)
2 cenouras
1/2 curgete
3 ovos
1 posta de bacalhau
queijo feta q.b.
sementes de girassol, sésamo e abóbora

Tempero:
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de vinagre
flor de sal
salsa fresca
1/2 cebola picada
pimenta branca

Preparação:
Corte a couve e juliana, as cenouras e a curgete aos cubos pequenos.
Leve a couve e a cenoura a cozer em água temperada com sal.
Após 7 minutos, coloque a curgete e os ovos.
Deixe levantar fervura e após 5 minutos coloque a posta de bacallhau. Deixe levantar fervura e desligue passado 1 minuto.
Escorra, coloque os ovos em água fria e deixe arrefecer os legumes e o bacalhau.

Os tempos de cozedura são importantes porque os legumes são muito diferentes. Não se deve deixar cozer demasiado senão perdemos o valor nutritivo dos mesmos.

Prepare um molho vinagrete colocando o azeite, o vinagre e o sal num frasco. Agite para emulsionar os líquidos.

Deite os legumes numa travessa, os ovos picados, o bacalhau desfiado e o tomate cortado aos cubos.
Tempere com o vinagrete, deite uma pitada de pimenta moida na hora e envolva tudo sem amassar.
Por cima, espalhe pedaços de queijo feta, a cebola e a salsa picadas.
Enfeite com sementes a gosto.



6 comentários:

Ondina Maria disse...

Para mim a salada russa tem que ser à moda da minha mãe: batata, cenoura, ervilhas e ovo cozido. Tudo regado com azeite e vinagre (que não somos fãs da "mironese"). Mas sim, tem que ter muita batatinha lol!

Diogo Marques disse...

low carb mas high flavor! Uma maravilha essa salada :)
-
Diogo Marques
Blog: A culpa é das bolachas! | Facebook | Instagram
-

Célio Cruz | Sweet Gula disse...

Saladinhas destas são sempre bem vindas Vera! Frescas, cheias de cor e sabor e adorei o facto de a temperares com azeite e vinagre, um tempero tão nosso, tão delicioso. Adorei a tua sugestão. ;)
Um beijinho.

Babette disse...

Tão bonita a tua descrição dos dias que têm mais tempo. Que bom que os estás a aproveitar assim... e a fazer comida diferente, como esta salada que agrada desde logo aos olhos!
Babette

ana rita godinho disse...

de ficar água na boca!

Deixo aqui os meus blogs se quiser ver:
http://www.onlytalking.com/
http://bigtreats.blogspot.pt/ (comida)

Clara Brito disse...

Hummm, essa saladinha ficou bem interessante e bem mais saudável.

Beijinhos,
Clarinha

http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU