07/08/2017

Tacos coloridos e frescos para dias quentes

Agosto trouxe mudanças. Viver no campo e trabalhar na cidade. Fins de tarde com tempo, passados na espreguiçadeira [ou não, porque a Maria não pára um minuto!]. O Avô até providenciou um cantinho com areia da praia mesmo ao lado, mas a rapariga não pára lá muito tempo. Anda encantada com tanta novidade, com tanta mudança. São as galinhas, os coelhos, ir no carro de mão para a quinta, apanhar morangos e comê-los logo a seguir, ver os pêssegos nos pessegueiros a cair de tanto peso, ver os pássaros, os cães, os gatos... Claro que acha muito mais graça a tudo isto do que a estar sossegada a brincar na areia.
O irmão passa as tardes na água. Na hora de sair, a fome aperta e uns petiscos rápidos sabem às mil maravilhas. Eu chamo-lhes wraps mas ele chama-lhes tacos por causa dos desenhos animados. Fazemos com vários recheios, ao gosto de cada um. O Afonso pede sempre o mesmo, bastante alface, tomate e carne picada. Os outros vão variando de acordo com o que há no frigorífico e na fruteira.
A acompanhar, a bebida preferida do rapaz. Lipton Ice tea. Simples para ele e com um toque diferente para os mais crescidos. Gosto de juntar uma haste de hortelã ao Ice Tea de Limão. E uma rodela de lima. E muuuito gelo! De vez em quando sabe tão bem!
Estou cada vez mais adepta do velho ditado "Nem sempre, nem nunca". Houve uma altura em que determinados alimentos eram simplesmente proibidos de entrar cá em casa. Não aos refrigerantes, não às guloseimas, não às bolachas, não à fast food... enfim, não a tudo o que faz mal mas infelizmente os miúdos adoram... O resultado era sempre o mesmo: quando havia festas, o Afonso tinha alguma dificuldade em controlar a gula... E de seguida, era certo que ia ser uma noite em branco com as mãos a apertar a barriga. Agora abro exceções mais vezes. Ao fim de semana, num lanche ou jantar especiais. Percebi que a proibição pode ter o efeito oposto ao pretendido. Tento oferecer alternativas um pouco menos más e fazemos o que conseguimos em casa. Há fast food na mesma, mas com muita alface e tomate da quinta e hambúrgueres caseiros. Difícil mesmo é encontrar o equilíbrio e conseguir incutir o espírito de fazer escolhas saudáveis sem estas serem impostas. É mais fácil respeitar uma proibição do que fazer a escolha certa de livre e espontânea vontade. É um trabalho para se ir fazendo quase diariamente. Mas com tranquilidade, boa disposição e sem grandes dramas.

Tacos de manga e granola de chocolate
Ingredientes para cada 1:
1 wrap
3 fatias de pera
1/4 de manga
manteiga de amendoim, amêndoa ou caju
rúcula
4 bagos de uva

Passe o wrap pela frigideira bem quente.
Barre-o com manteiga de frutos secos e recheie com rúcula, manga, uvas e por cima espalhe um pouco de granola de chocolate.
Tacos de salmão e abacate
Ingredientes para cada 1:
1 wrap
queijo creme com ervas
1/4 de abacate
2 fatias de salmão fumado
sumo de lima q.b.
4 ou 5 rodelas de malagueta
rúcula

Passe o wrap pela frigideira bem quente.
Barre-o com queijo creme. Por cima disponha a rúcula, o salmão fumado, o abacate fatiado e a malagueta.
Regue com sumo de lima.
Este artigo foi desenvolvido com o apoio da Lipton Ice Tea.
Poderei ter recebido honorários e/ou produtos mas o conteúdo foi escrito por mim e contém apenas a minha opinião.

1 comentário:

Clara Brito disse...

Bela e recheada receita.

Beijinhos,
Clarinha
https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/08/creme-de-feijao-frade.html

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU